mynews

PAPA_BALANÇO FINAL DA OPERAÇÃO CENTENÁRIO E DA VISITA DO PAPA A FÁTIMA

A Guarda Nacional Republicana realizou, de 1 a 14 de maio, em todo o território nacional, três operações no âmbito da visita de Sua Santidade, o Papa Francisco, por ocasião do centenário das aparições de Fátima, com o intuito de zelar pela
segurança dos cidadãos que se dirigiam para o recinto (Operação “Peregrinação
Segura”), pelo controlo das fronteiras (Operação “Fronteira Vigiada”, integrada na Operação “Fronteira Branca” do Serviço de Estrageiros e Fronteiras) e, pela prevenção de incidentes na cidade de Fátima
(Operação “Centenário”).
Durante as três operações, e de forma a cumprir todos os objetivos propostos, estiveram empenhados 17 336 militares, nomeadamente:
• 8 392 no Santuário de Fátima, área
envolvente e acessos;
• 4 505 na vigilância e controlo de fronteiras;
• 4 439 no apoio aos peregrinos na sua deslocação para Fátima.
Foram empenhados ainda nas três operações:
• 4 505 viaturas;
• 260 cavalos;
• 238 cães.

Resultados:

Operação “Centenário”
Em Fátima destacou-se a ordem e tranquilidade pública, a segurança de todos os participantes na peregrinação e nas comemorações, a baixa criminalidade
[registados apenas 29 crimes (18 furtos por carteirista, um furto em veículo, quatro furtos de outra natureza e seis crimes diversos)], a fluidez permanente da circulação rodoviária, tanto na cidade como nos acessos,e a quase inexistente sinistralidade rodoviária (cinco acidentes, só com danos materiais, ao longo dos 10 dias da operação).

Operação “Fronteira Vigiada”
Realização de diversas patrulhas de controlo, fiscalização e vigilância ao longo das fronteiras terrestre, marítima e fluvial, bem como nos aeródromos e pistas de
aterragem, com o intuito de prevenir e evitar a entrada em território nacional de cidadãos, veículos e meios que pudessem executar ou ser utilizados em ações hostis.
4 505 militares de diversas valências da GNR realizaram 1 457 patrulhas de fiscalização nas fronteiras, das quais:
• 976 em pontos de passagem da fronteira terrestre;
• 259 em fronteiras marítimas;
• 166 em aeródromos e pistas de
aterragem;
• 36 em fronteiras fluviais;
• 20 em transportes ferroviários.
Tendo sido fiscalizado:
• 146 893 pessoas;
• 87 833 veículos;
• 81 embarcações;
• 20 comboios.
Destas patrulhas resultaram 63 pessoas detidas em todas estas fronteiras, destacando-se:
• 34 por posse de arma proibida;
• Três por branqueamento de capitais;
• Duas por tráfico de droga;
• Duas por permanência ilegal em território nacional;
• Uma por burla.
Decorrente destas patrulhas nas diversas fronteiras, foi apreendido:
• 708 mil euros em numerário;
• 36,35 quilos de haxixe (equivalente a mais de 72 mil doses);
• Oito veículos;
• 46 armas;
• 40 munições.
Operação “Peregrinação Segura”
Esta operação realizou-se de 1 a 12 de maio, com o reforço das ações de patrulhamento nas principais vias de acesso à cidade de Fátima e respetivo santuário, com o objetivo de garantir a segurança dos peregrinos durante as deslocações.
Foram distribuídos 50 mil coletes refletores e 300 mil folhetos com conselhos de segurança, sendo que cerca de 117 500 peregrinos beneficiaram do apoio e/ou
acompanhamento dos militares da GNR durante o seu deslocamento para Fátima, não tendo sido registados acidentes ou incidentes relevantes durante as
peregrinações.

Foi ainda criada a aplicação móvel para iOS e android “APPeregrinos”, com o objetivo de fornecer informações úteis em tempo real para quem se deslocasse para Fátima.

2017-05-16

PAPA_PAIS DA CRIANÇA MIRACULADA COM IMENSA ALEGRIA POR SER ESTE O MILAGRE DA CANONIZAÇÃO

Os pais de Lucas, a criança cuja cura foi atribuída à intercessão dos Beatos Francisco e Jacinta, manifestaram hoje em Fátima a sua “imensa alegria por ser esse o milagre que os leva à canonização”.

“Damos graças a Deus pela cura do Lucas e sabemos com toda a fé do nosso coração, que foi obtido este milagre pelos Pastorinhos Francisco e Jacinta”, salientou João Batista, o pai do jovem Lucas, falando em seu nome e da sua mulher , Lucila Yurie.

“Mas sobretudo sentimos a bênção da amizade destas duas crianças, que ajudaram o nosso menino e agora ajudam a nossa família”, acrescentou no seu testemunho.

Os agradecimentos são também dirigidos a todos os profissionais de saúde que se ocuparam do caso e a todas as pessoas que rezaram pelo seu filho, bem como à Postulação da Canonização dos dois beatos e ao Santuário de Fátima.

O caso ocorreu a 3 de março de 2013, pelas 20.00 horas, quando Lucas, na altura com 5 anos, caiu de uma janela, de uma altura de 6.50 metros.

“Bateu com a cabeça no chão e fez um traumatismo craniano grave, com perda de tecido cerebral no lóbulo frontal esquerdo”, relatou, referindo que a criança foi internada em coma muito grave, sofrendo duas paragens cardíacas, e os médicos deram-lhes poucas esperanças de sobrevivência.

“Começamos a rezar a Jesus e a Nossa Senhora de Fátima, a quem temos muita devoção. No dia seguinte ligamos para o Carmelo de Campo Mourão, pedindo que as irmãs que rezassem pelo Lucas. A irmã que recebeu o telefonema não passou o recado” pensando que a criança não iria sobreviver, contou, indicando que a mensagem só foi passada à comunidade no dia seguinte.

“Uma irmã correu para as relíquias dos Beatos Francisco e Jacinta, que estavam junto do Sacrário e sentiu esse impulso de oração: “Pastorinhos, salvem esse menino, que é uma criança como vocês”. Conseguiu convencer toda a comunidade do Carmelo a rezar apenas com a intercessão dos Pastorinhos”, relatou.

“Assim fizeram. Da mesma forma como todos nós, na família, começamos a rezar aos Pastorinhos e, dois dias depois, no dia 9 de março o Lucas foi desentubado e acordou bem, lúcido, e começou a falar, perguntado pela sua irmãzinha. No dia 11 de março saiu da UTI e dia 15 ele teve alta”, disse João Batista.

Uma cura, referiu, para a qual os médicos, mesmo os não-crentes, não conseguem encontrar explicação.

A criança está completamente bem, “sem nenhum sintoma ou sequela”: “O que o Lucas era antes do acidente ele o é agora: sua inteligência, seu caráter, é tudo igual”.



Texto completo do testemunho dos pais de Lucas:

Boa tarde a todos

Meu nome é João Batista. Esta é a minha esposa, Lucila Yurie. Estamos aqui para dividir asinformações sobre o caso do Lucas.

No dia 3 de março de 2013, por volta das 20.00 horas, o nosso filho Lucas, que estava brincando com a sua irmãzinha Eduarda, caiu de uma janela, de uma altura de aproximadamente 6.50 metros. Na época, ele tinha 5 anos.

Bateu com a cabeça no chão e fez um traumatismo craniano grave, com perda de tecido cerebral no lóbulo frontal esquerdo.

Foi assistido na nossa cidade, em Juranda, e dada a gravidade do seu quadro clínico, ele foi transferido para o hospital de Campo Mourão, no Paraná.

O percurso demorou por volta de uma hora.

Chegou em coma muito grave. Teve duas paragens cardíacas enquanto era anestesiado para a cirurgia e foi operado de urgência. Os médicos diziam que ele tinha poucas probabilidades de sobreviver.

Começamos a rezar a Jesus e a Nossa Senhora de Fátima, a quem temos muita devoção. No dia seguinte ligamos para o Carmelo de Campo Mourão, pedindo que as irmãs rezassem pelo Lucas. A irmã que recebeu o telefonema, ela não passou o recado porque ela sentiu que o Lucas não ia aguentar. Então ela fez apenas uma oração para confortar a gente.

Os dias passavam e o Lucas estava piorando. O quadro dele não evoluía. No dia 6 de março os médicos pensaram na transferência para um hospital maior, uma vez que nem havia os cuidados necessários para a sua idade. Disseram-nos que as possibilidades de o menino sobreviver eram baixas e que se sobrevivesse teria uma recuperação muito demorada, ficando certamente com graves deficiências cognitivas ou mesmo em estado vegetativo.

No dia 7 voltamos a ligar para o Carmelo. Nesse dia, a irmã transmitiu o recado à comunidade. Uma irmã correu para as relíquias dos Beatos Francisco e Jacinta, que estavam junto do Sacrário, e sentiu esse impulso no coração. E disse: “Pastorinhos, salvem esse menino, que é uma criança como vocês”. Conseguiu convencer toda a comunidade do Carmelo a rezar com ela apenas a intercessão dos Pastorinhos.

Assim fizeram. Da mesma forma como todos nós, na família, começamos a rezar aos Pastorinhos e, dois dias depois, no dia 9 de março o Lucas foi desentubado e acordou bem, lúcido, e começou a falar, perguntado pela sua irmãzinha. No dia 11 de março saiu da UTI e dia 15 ele teve alta.

Está completamente bem, sem nenhum sintoma ou sequela. O que o Lucas era antes do acidente ele o é agora: sua inteligência, seu caráter, é tudo igual.

Os médicos, incluindo alguns não crentes, disseram não ter explicação para essa recuperação.

Eu queria aqui agradecer aos profissionais de saúde que acompanharam o caso do Lucas, bem como à Postulação de Francisco e Jacinta Marto, na pessoa da Irmã Ângela, por todo o cuidado que prestaram durante todo esse processo até à canonização.

Agradecemos também ao Santuário de Fátima, na pessoa do padre Carlos Cabecinhas. No entanto, não podemos deixar de agradecer a todos aqueles que rezaram pelo Lucas.

Damos graças a Deus pela cura do Lucas e sabemos com toda a fé do nosso coração, que foi obtido este milagre pelos Pastorinhos Francisco e Jacinta.

Sentimos uma imensa alegria por ser este o milagre que os levou à canonização, mas sobretudo sentimos a bênção da amizade dessas duas crianças, que ajudaram o nosso menino e agora ajudam a nossa família.

2017-05-11

PAPA_O MAIOR CORAÇÃO DO MUNDO FOI INAUGURADO HOJE EM FÁTIMA

Um coração gigante chamado Francisco, vermelho e com uma cruz de cada um dos lados, foi hoje inaugurado em Fátima, uma homenagem ao líder da Igreja Católica.

A escultura, de cerca de 12 metros de altura e 12 de largura, é da autoria de Fernando Crespo, escultor residente em Coimbra, que dedica a obra ao papa Francisco, que visita Fátima como peregrino, na sexta-feira e sábado, para a celebração do Centenário das Aparições e para a canonização dos pastorinhos Jacinta e Francisco Marto.

A obra, intitulada "Francisco, o maior coração do mundo", tem dois segmentos, que juntos representam um coração.

Assente numa base de betão de "88 toneladas", a escultura é "uma homenagem a um homem simples" e de uma "humanidade que é tocante", sublinhou
Fernando Crespo, durante a sessão de apresentação.

A estrutura em ferro e aço conta com uma figura humana, em bronze, de cada um dos dois lados, que pode ser "um peregrino ou qualquer um de nós" e que caminha no coração em direção à "terra", explanou, referindo que quis representar "o lado
efémero da vida".

Nas placas vermelhas há ainda uma cruz, "símbolo da Igreja Católica", de onde desponta uma "ramificação que pode ser uma árvore ou veias", simbolizando "a
difusão de determinados princípios e de determinados valores", explicou o escultor.

"Procurei que fosse singelo e bonito", contou Fernando Crespo, referindo que procurou, através de materiais inertes como o aço,"deixar um recado muito mais afetivo".

Para o bispo de Leiria-Fátima, António Marto, o coração gigante é "uma obra monumental que fica aqui como memorial de um acontecimento de alcance histórico-mundial, que é o Centenário dasAparições".

Na peça artística, o bispo encontra
representado "o coração de uma mãe, que é o maior", mas também o coração "grande dos filhos pequeninos, muito acolhedor, sem muros", que depois os adultos por vezes constroem.

Também na escultura está "o coração do papa Francisco", um "coração grande" de uma pessoa que procura "deitar por terra os muros" que foram levantados, ao mesmo tempo que incita à criação de "pontes, de abraços, de afetos e de entendimentos", sublinhou António Marto.

Questionado pela agência Lusa, o escultor afirmou que pagou "o custo da obra" e que "não houve mecenas", apesar de ter sido referido em várias reuniões da Câmara de Ourém que a escultura tinha sido custeada a partir de mecenato.

Fernando Crespo escusou-se ainda a revelar qual o valor total dos custos da escultura, cuja instalação em Fátima foi suportada pela Câmara de Ourém.



2017-05-10

PAPA_PRESIDENTE DA CÂMARA DE OURÉM DIZ QUE ESTÁ TUDO PREPARADO PARA RECEBER O PAPA FRANCISCO

O presidente da Câmara de Ourém, Paulo Fonseca, garantiu hoje que “está tudo preparado” para receber o papa Francisco, que estará em Fátima na sexta-feira e no sábado a propósito das comemorações do Centenário das Aparições.

Em declarações aos jornalistas à margem da inauguração da obra de arte “Francisco, o maior coração do mundo”, o autarca disse que se encontra “tudo a postos ao nível da segurança, do socorro, do alojamento e da capacidade organizativa”.

Paulo Fonseca referiu que as 20 bolsas de estacionamento criadas fora de Fátima (com capacidade para 18 mil viaturas ligeiras) com o objetivo de diluir o tráfego
rodoviário estão “a funcionar como previsto, com capacidade de receção, com segurança”.

“E com os 83 transferes preparados para começarem a trabalhar no sentido de que aquele milhão de pessoas que nos vai visitar possa sair daqui satisfeito e com
vontade de voltar”, frisou.

O autarca disse que, teoricamente, uma pessoa esperará cerca de 15 minutos para ter um ‘transfer’ que a leve para o
estacionamento.

“Também depende da velocidade e da intensidade do trânsito, porque são fatores adicionais. Há muitos acessos a Fátima, não só a A1, mas também a A23, o IC9,
a estrada de Ourém e as outras estradas nacionais, e isso vai, de alguma forma, condicionar”, afirmou.

Ou seja, Paulo Fonseca considerou que “a imprevisibilidade que pode ocorrer é um tráfego mais intenso do que é habitual”, o que provocará lentidão.

Segundo o autarca, Fátima está preparada para o que considera que vai ser “uma grande festa da portugalidade, da religião, da fé, da tolerância e do diálogo
multicultura”.

“Hoje, o S. Pedro mandou-nos esta chuvinha, mas o povo diz que festa molhada é festa abençoada. Amanhã [quinta-feira], já vai parar a chuva, segundo as previsões”, afirmou.

Francisco visita Fátima na sexta-feira e no sábado, tornando-se o quarto papa a visitar o maior templo mariano do país. Paulo VI (1967), João Paulo II (1982, 1991, 2000) e Bento XVI (2010) foram os outros papas que estiveram em Fátima.

O líder da Igreja Católica preside à cerimónia de canonização dos pastorinhos Jacinta e Francisco Marto, no sábado. Tem ainda encontros agendados com o
Presidente da República e com o primeiro-ministro, Marcelo Rebelo de Sousa e António Costa, respetivamente.


2017-05-10

PAPA_HOSPITAL DE LEIRIA APELA PARA USO DAS URGÊNCIAS DE FORMA CORRETA

O Centro Hospitalar de Leiria apelou hoje a um uso correto dos serviços de urgência e garantiu estar preparado para responder a qualquer acontecimento, a propósito da visita a Fátima do papa Francisco.

O Hospital de Santo André, unidade do CHL, está preparado para integrar a grande operação que rodeia a visita do papa Francisco a Fátima, na sexta-feira e no sábado.

"Sendo o hospital mais próximo de Fátima, temos, naturalmente, de estar preparados para qualquer acontecimento que possa trazer doentes aos nossos serviços de urgência", afirmou a diretora clínica do CHL, Elisabete Valente, citada numa nota de imprensa enviada à agência Lusa.

A responsável alerta que, "especialmente nestes dias, é essencial que os utentes usem de forma correta as urgências, nomeadamente a Urgência Geral e a Urgência Pediátrica, de forma a não congestionar desnecessariamente os serviços, prejudicando o atendimento a casos realmente urgentes".

Por seu lado, a vogal do Conselho de Administração responsável pela coordenação do plano de emergência e catástrofe do HSA, Alexandra Borges, explicou, na mesma nota, que "este é um plano que funciona a tempo inteiro, mas foi revisto e adaptado para a vinda do papa Francisco a Fátima, de forma a poder assegurar a resposta eficiente a qualquer eventualidade".

"No entanto, uma situação de crise implica sempre a grande concentração de meios humanos e materiais e uma enorme organização", o que "só é possível com a colaboração de todos, profissionais e utentes, que devem evitar dirigir-se aos serviços de urgência pelos seus próprios meios", acrescentou.

Segundo Elisabete Valente, o mau uso das urgências é ainda uma realidade, "com mais de 40% de utentes não urgentes". A médica revelou que "ainda há muito a fazer no que respeita à sensibilização dos utentes e de todos os profissionais envolvidos na rede nacional de cuidados de saúde, para a correta utilização das urgências hospitalares".

A diretora clínica salientou que "um acontecimento mais grave durante a vinda do papa Francisco pode implicar o encerramento parcial da Urgência Geral, pelo que é essencial que as pessoas estejam preparadas para, em caso de necessidade, usarem a primeira linha dos cuidados de saúde, que passa pelo contacto com a Linha Saúde 24 e o recurso ao centro de saúde/médico de família".

Em caso de urgência, o CHL adiantou que "terão prioridade as emergências, ou seja, situações em que a vida do utente corra perigo, as doenças súbitas e os doentes referenciados".

Se não souber como deve proceder, "o utente deve, antes de sair de casa, contactar, por telefone, a Linha Saúde 24 através do número 808242424, para se aconselhar".

Se precisar de ser visto por um profissional de saúde, o utente deve dirigir-se em primeiro lugar ao seu médico de família, no centro de saúde, ou ao seu médico assistente. Caso não tenha sido possível ser observado, deve recorrer à Consulta Aberta ou ao Serviço de Atendimento Prolongado (SAP).

Francisco visita Fátima na sexta-feira e no sábado, tornando-se o quarto papa a marcar presença na Cova de Iria.

2017-05-10

VISITA DO PAPA FRANCISCO A FÁTIMA NOS DIAS 12 E 13 DE MAIO

Durante este período estarão em
funcionamento 6 linhas de circulação de transferes:
• A linha A (Circuito Amarelo) que corresponde ao percurso entre a Giesteira - Rua 15 de janeiro, Rua de São Mateus, Estrada de Minde,Avenida dos Pastorinhos, Rotunda dos Pastorinhos, Avenida D. José Alves Correia da Silva - Rotunda de St.º António (Terminal 2). A mesma serve as bolsas de estacionamento 30 e 34. A linha tem uma distância de 6,5 km até ao terminal e um tempo estimado de deslocação de 30 minutos;
• A linha B (Circuito Amarelo) que corresponde ao percurso entre o Moimento - Rua Principal, Avenida João XXIII, Rotunda dos Pastorinhos, Avenida D. José
Alves Correia da Silva - Rotunda de St.º António (Terminal 2). A mesma serve as bolsas de estacionamento 31, 32 e 33. A linha tem uma distância de 3,25 km até
ao terminal e um tempo estimado de deslocação de 15 minutos;
• A linha C (Circuito Verde) que corresponde ao percurso entre Ourém - Centro de Negócios - Rua Francisco Sá Carneiro, Avenida Bombeiros Voluntários,
Avenida D. Nuno Álvares Pereira, Rotunda do Ribeirinho, Rua Dr. Joaquim Francisco Alves - Melroeira - Rua N.º S.º dos Aflitos, Pinhel - Estrada de Leiria - Estrada de Fátima, São Sebastião, Casal Novo – Fátima - Estrada Principal de Fátima, Avenida Irmã Lúcia de Jesus, Rua da Escola, Rua dos Moinhos, Av. Irmã Lúcia
de Jesus, Rotunda dos Pastorinhos, Avenida D. José Alves Correia da Silva - Rotunda de St.º António (Terminal 2). A mesma serve as bolsas de estacionamento 40, 44 e 45. A linha tem uma distância de 11,25 km até ao terminal e um tempo estimado de deslocação de 30 minutos;
• A linha D (Circuito Verde)que corresponde ao percurso entre a Ortiga - Estrada de N.ª S.ª da Ortiga, Avenida Irmã Lúcia de Jesus, Rua da Escola, Rua dos Moinhos, Av. Irmã Lúcia de Jesus, Rotunda dos Pastorinhos, Avenida D. José Alves Correia da Silva - Rotunda de St.º António (Terminal 2). A mesma serve as bolsas de estacionamento 41, 42, 43, 44, 45, 46, 47, 48 e 49. A linha tem uma distância de 5 km até ao terminal e um tempo estimado de deslocação de 15
minutos;
• A linha E (Circuito Azul) que corresponde ao percurso entre a Estrada da Loureira - Estrada da Fazarga, Av. Beato Nuno, Rotunda dos Peregrinos, Avenida D. José Alves Correia da Silva - Rotunda junto à Rodoviária (Terminal 1). A mesma serve as bolsas de estacionamento 20, 21, 22, 23, 24 e 25. A linha tem uma distância de 5 km até ao terminal e um tempo estimado de deslocação de 25 minutos;
• A linha F (Circuito Vermelho) faz o transfer de passageiros da Batalha (Pavilhão Multiusos) até ao Terminal 1 da responsabilidade do Município da Batalha,
funcionando apenas nos dias 12 e 13 de maio.Horários de funcionamento das linhas de transferes:
Linhas A, B, C, D e E:
Dia 11-05-2017: das 14h00 às 24h00
Dia 12-05-2017: das 00h00 às 02h00 e das 07h00 às 24h00
Dia 13-05-2017: das 00h00 às 24h00
Dia 14-05-2017: das 00h00 às 02h00 e das 07h00 às 16h00
Linha F:
Dia 12-05-2017: das 18h00 às 24h00
Dia 13-05-2017: das 00h00 às 02h00 e das 08h00 às 15h00
Como deve proceder?
- Quando o visitante deixar o seu veículo numa das bolsas de estacionamento, irá receber um ticket/bilhete com uma cor e número de parque que servirá para

identificação/localização.
- Quando o visitante pretender regressar ao seu veículo, deve dirigir se ao ponto onde foi largado para regressar ao seu veículo. Estes pontos de largada e tomada
de passageiros são dois:

Terminal 1 - Rotunda de Santo Agostinho (junto à Rodoviária)

Terminal 2 - Rotunda de Santo António

Regressam em autocarro que esteja a fazer o transfer de acordo com a cor do seu ticket.

2017-05-09

OURÉM_MINISTRO ADJUNTO, EDUARDO CABRITA, EM OURÉM PARA ASSINATURA DE CONTRATO PROGRAMA DE APOIO A OPERAÇÕES DE REQUALIFICAÇÃO NO ÂMBITO DO CENTENÃRIO

O Governo espera a passagem de mais de dez milhões de pessoas por Fátima ao longo de 2017, afirmou o ministro Adjunto, Eduardo Cabrita.

“A expectativa que temos este ano é que se atinja algo que supere pela primeira vez os dez milhões [de visitantes], dado o ano muito especial que estamos a viver”, frisou
Eduardo Cabrita, numa alusão à visita do papa Francisco e à comemoração do centenário das “aparições”.

Ao intervir, no município de Ourém, na sessão de assinatura de um contrato-programa de apoio financeiro a obras relacionadas com as comemorações em Fátima, Eduardo Cabrita disse que em 2015 e 2016 o número de visitantes no santuário da Cova da Iria situou-se entre os seis e os sete milhões, cifra que o executivo espera ver ultrapassada, num ano cujo “momento alto” é a vista do papa, a 12 e 13 de maio.

Eduardo Cabrita sustentou, ainda, que além da dimensão apostólica da visita papal, a vinda de Francisco tem uma dimensão nacional “da qual o Governo e a Câmara de
Ourém não se podem alhear” e uma dimensão turística, alargada à comemoração do centenário das “aparições”.

“Queremos que quem visite Fátima conheça Portugal na sua dimensão mais ampla. Não fique só por Fátima e volte cá”, frisou o ministro.público parcelar” a operações de requalificação .

Sobre o contrato hoje assinado, Eduardo Cabrita afirmou ser um “apoio público parcelar” a operações de requalificação urbana promovidas pelo município de Ourém que resultam num financiamento de 60% (824 mil euros) num total de investimento elegível de cerca de 1,3 milhões.

“Grande parte destas infraestruturas estão já em execução, outras estarão concluídas ao longo deste ano”, disse o ministro, adiantando que as intervenções em causa
“facilitam a mobilidade e facilitam a acessibilidade” a Fátima.

Intervindo na sessão, o presidente da autarquia de Ourém, Paulo Fonseca, disse que o município quer aproveitar as comemorações do centenário das “aparições” para “transformar Fátima”, contestando o que disse ser uma “interpretação enviesada” (que não nomeou) mas que estará relacionada com o apoio governamental às obras – uma lista de 19 intervenções que foi dispensada de concurso público e será realizada por ajuste direto, até ao final do ano.

“Os investimentos que o país está a fazer nesta operação de peregrinação têm o objetivo de ficar para o dia seguinte, não se esgotando com a visita do papa Francisco”,
frisou Paulo Fonseca.

“Tudo o que o país investe nesta operação é investimento cujos frutos revertem para a qualidade de vida das populações”, sublinhou o autarca.

Na ocasião, Paulo Fonseca estimou o número de visitantes previstos para Fátima em 2017 em oito milhões, menos dois milhões que os números avançados pelo ministro Adjunto.

No final, em declarações aos jornalistas, Eduardo Cabrita disse que o “regime de exceção” criado pelo Governo se aplica, para além da administração central, apenas ao município de Ourém, recusando que possa ser replicado noutras autarquias, como Leiria, que também o reclamou.


2017-04-28

OURÉM_PAULO FONSECA ACEITOU O CONVITE DO PARTIDO SOCIALISTA PARA A SUA RECANDIDATURA A UM TERCEIRO MANDATO

O actual Presidente da Câmara Municipal de Ourém, Paulo Fonseca, aceitou na passada 2ªfeira, num jantar do Partido Socialista, evocativo do 25 de abril o convite do partido para a sua recandidatura a um próximo mandato.
Embora não se trate do anúncio oficial da candidatura, Paulo Fonseca, no discurso que proferiu durante o referido jantar, já não deixou dúvidas de que está na corrida à Câmara de Ourém, em Outubro, sabendo-se que irá defrontar nas urnas Luís
Albuquerque, cabeça de lista da coligação Ourém Sempre.

2017-04-28

PAPA_GNR VAI TER HELICÓPTERO COM CÂMARA DE ALTA DEFINIÇÃO EM FÁTIMA

A GNR vai utilizar "pela primeira vez" um helicóptero, originário de Espanha, com uma câmara de alta definição, para controlar fluxos de viaturas e de peões em Fátima, entre 11 e 14 de maio, anunciou o Governo.

"Pela primeira vez vai existir em Portugal e pela primeira vez a Guarda Nacional Republicana vai utilizar um meio e um recurso de extrema importância, que é um
helicóptero, um helicóptero que não é português, que tem uma câmara de alta definição", informou o secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes.

O helicóptero permite à GNR "controlar todos os movimentos que se passam em terra, especialmente vocacionados para o controlo do tráfego, para o controlo dos
fluxos de viaturas e de peões", explanou.

Desta forma, o meio vai "dar a possibilidade de mandar fechar um determinado caminho, mandar bloquear um parque de estacionamento, de direcionar o trânsito para outros locais", salientou Jorge Gomes, considerando a utilização deste helicóptero de extrema importância para as
comemorações do Centenário das Aparições de Fátima, onde papa Francisco vai estar presente, a 12 e 13 de maio.

O helicóptero estará ao serviço de 11 a 14 de maio e o seu aluguer foi adjudicado pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR).Questionado pelos jornalistas, Jorge Gomes escusou-se a revelar o valor, apenas referindo que o limite da adjudicação da ANSR "é de 25 mil euros".
Jorge Gomes falava à comunicação social durante a apresentação da sala de controlo do Posto Territorial de Fátima, que concentra o comando da operação de
segurança e centraliza a sua informação, nomeadamente as imagens dos sistemas de videovigilância instalados em Fátima.
Ao todo, estarão a ser monitorizadas 20 câmaras (11 do Santuário, quatro da Câmara de Ourém e cinco da GNR) numa sala de controlo que representou um
investimento de cerca de 250 mil euros realizado pelas três entidades.

O 2.º comandante-geral da GNR, Luís Botelho Miguel, salientou que esta sala está "adaptada às necessidades operacionais" da força de segurança em Fátima,
permitindo o "controlo das forças da GNR nas operações de segurança, por ocasião da realização de grandes eventos no santuário".

Para além do controlo dos sistemas de videovigilância, a sala permite o acesso aos sistemas de informação de gestão operacional da GNR - com patrulhas georreferenciadas e registo de ocorrências -, gestão das redes rádio e "acompanhamento dos canais noticiosos", sublinhou Luís Botelho Miguel.

A sala de controlo dispõe ainda de um segundo espaço que será "a área de trabalho do Estado Maior", onde será acompanhada a atividade e controladas as operações, tendo sido convidadas as restantes forças de segurança bem como entidades da área da justiça, saúde e infraestruturas para designar oficiais de ligação que possam integrar o posto de comando, referiu.


2017-04-28

PAPA_SANTUÁRIO APLAUDE CANONIZAÇÃO QUE RECONHECE IMPORTÂNCIA MUNDIAL DE FÁTIMA

O reitor do Santuário de Fátima, Carlos Cabecinhas, considerou hoje que a
canonização de Francisco e Jacinta Marto, a 13 de Maio, reconhece a importância mundial de Fátima.

O papa Francisco decidiu hoje canonizar os beatos Francisco e Jacinta, a 13 de Maio, em Fátima, aquando da sua visita ao Santuário a propósito do Centenário das
Aparições.

“Que esta canonização tenha lugar em Fátima torna-a, para nós, muito especial: porque é este Santuário que custodia as suas relíquias; é neste Santuário que estão os seus túmulos; muito especial porque escolher Fátima para este ato solene da Igreja universal é reconhecer a importância mundial de Fátima e é igualmente reconhecer Fátima como verdadeira ‘escola de santidade’”, disse Carlos Cabecinhas, numa mensagem publicada na página de internet do Santuário.

Carlos Cabecinhas explica também que é será um momento “muito especial”, porque a canonização dos dois mais jovens videntes de Fátima vem coroar a grande
celebração do Centenário das Aparições”.

“É claro que faríamos a celebração festiva dos 100 anos das aparições de Nossa Senhora mesmo que não houvesse canonização. Mas o facto deste reconhecimento eclesial ter lugar em Fátima, no dia 13 de Maio, com a presença do Santo Padre, faz deste momento o ápice de todo o programa celebrativo do Centenário”.

Por isso, enaltece Carlos Cabecinhas, é com “ânimo renovado” que se convidam “todos a vir a Fátima, para rezar com o Papa Francisco e para dar graças a Deus pela
santidade dos Pastorinhos”.

“É com um sentimento de grande alegria que recebemos a notícia de que a canonização dos Beatos Francisco e Jacinta Marto terá lugar aqui, no Santuário de Fátima, no dia 13 de Maio, na peregrinação de Sua Santidade, o Papa Francisco.

Um sentimento de grande alegria, mas igualmente de profunda gratidão: gratidão a Deus, que nos concede a graça de novos santos como modelos e intercessores;
mas gratidão igualmente ao Santo Padre, que tomou a decisão de fazer a
canonização neste lugar”.

2017-04-20

PAPA_CENTENÁRIO ATINGE TODO O ESPLENDOR COM CANONIZAÇÃO A 13 DE MAIO EM FÁTIMA-DIOCESE

O Centenário das Aparições atinge “todo o seu esplendor” com a canonização dos beatos Francisco e Jacinta Marto, hoje anunciada pelo papa Francisco para 13 de
Maio, em Fátima, defendeu o bispo de Leiria-Fátima, António Marto.

Numa declaração divulgada através de um vídeo distribuído pelo Santuário de Fátima, António Marto disse ainda ter recebido a notícia com “indizível alegria”.

“É com indizível alegria que acabámos de receber a notícia de que a canonização dos beatos Francisco e Jacinta Marto será em Fátima, sob a presidência do Santo Padre, precisamente na data da primeira aparição em que os pastorinhos viram a Linda
Senhora revestida de luz”, disse.

António Marto acrescentou que “com a peregrinação do Santo Padre e com a canonização dos pastorinhos em simultâneo, pode-se dizer que o centenário atinge todo o seu esplendor”.

“Queria sublinhar, em segundo lugar, que este acontecimento é um grande dom para a nossa diocese de Leiria-Fátima, de onde são originais os pastorinhos, para o
santuário de Fátima, para a Igreja em Portugal e para a igreja Universal”, disse também.

O bispo de Leiria-Fátima deixou ainda “uma palavra para todos aqueles que reconhecem nos pastorinhos um exemplo luminoso de um caminho de santidade através do Coração Imaculado de Maria que os conduz até Deus”.

“Podemos dizer, como o saudoso padre Condor, que a santidade dos pastorinhos é um dos frutos mais belos da mensagem de Fátima. Convidava todos a deixar ecoar esta alegria no íntimo do seu coração, com o hino dos pastorinhos: Cantemos alegres a uma só voz, Francisco e Jacinta, rogai por nós”.

2017-04-20

FÁTIMA_ASAE FISCALIZA 550 OPERADORES NO ÂMBITO DA OPERAÇÃO CENTENÁRIO

A Autoridade para a Segurança Alimentar e Económica (ASAE) anunciou hoje que no âmbito da operação Centenário das
Aparições, que começou a ser desenvolvida no final de dezembro, foram fiscalizados 550 operadores económicos no país, tendo sido levantados 125 processos de contraordenação e seis processos-crime.
Em declarações aos jornalistas, em Fátima, Pedro Portugal Gaspar, adiantou que foi ainda suspensa a atividade em nove estabelecimentos.
Quatro desses estabelecimentos estão sediados em Fátima, três na zona de Aveiro, um no norte e outro na região de Lisboa.

Pedro Portugal Gaspar referiu que a operação “Centenário” começou a ser desenvolvida no final de dezembro “com o objetivo de muito atempadamente tomar as medidas necessárias com vista a assegurar a prevenção e o despiste em termos de atuação” desta autoridade.

O inspetor-geral da ASAE afirmou que as ações de fiscalização foram "não só centradas em Fátima", como também nos percursos "dos peregrinos ao longo do país”, salientando que foi desencadeada “atempadamente” para que os operadores económicos pudessem tomar as “correções necessárias” no caso de este órgão de polícia criminal detetar inconformidades.

Segundo Pedro Portugal Gaspar, a ação da ASAE incidiu na segurança alimentar e prestação de serviços económicos, adiantando que os estabelecimentos cuja
suspensão da atividade foi determinada pelos inspetores deveu-se “a falta de condições de higiene”.

“A suspensão verifica-se em situações limite e onde há um juízo de
proporcionalidade que justifica” essa determinação “até ser feita a correção”, explicou, precisando que depois o operador tem de pedir uma reinspeção para a eventual reabertura do espaço.

O inspetor-geral acrescentou que nos processos-crime a “fraude sobre mercadorias” é a que tem maior incidência, precisando que se trata, em linguagem popular, de “vender gato por lebre”.

Sobre a peregrinação de 12 e 13 de maio, quando passam cem anos sobre os acontecimentos de 1917 na Cova da Iria, o responsável referiu que o "aspeto central"
da preocupação da ASAE é a “segurança alimentar” e de “assegurar que os estabelecimentos que fornecem as refeições estejam em condições".

“A questão económica de poder haver transação de alguns bens não obedecendo a certas regras, também tem merecido a nossa atenção e há situações - que também
detetámos - de alguma contrafação de artigos religiosos que pode ter alguma evidência”, admitiu.

A ASAE tem hoje uma equipa de cerca de 20 inspetores empenhados na operação “Centenário”, estando a desenvolver
diversas ações de fiscalização em
estabelecimentos de restauração e alojamento.



2017-04-20

ALVAIÁZERE_APROVADO O PLANO MUNICIPAL DE DEFESA DA FLORESTA CONTRA INCÊNDIOS DO CONCELHO

O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) aprovou o Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios (PMDFCI) de Alvaiázere, válido
para os próximos cinco anos, anunciou hoje a autarquia.

O plano municipal, que foi elaborado pelo Gabinete Técnico Florestal do Município, em apoio à Comissão Municipal de Defesa da Floresta, tem como objetivo operacionalizar ao nível local e municipal as normas contidas na legislação e é válido para um período de cinco anos, refere uma nota do Município de Alvaiázere.

Segundo a autarquia, o PMDFCI é "um instrumento orientador e de planeamento composto por dois cadernos que abrangem a informação de base, no qual consta a
caracterização do concelho em termos de parâmetros edafo-climáticos, demográficos, ocupação do solo e histórico de incêndios florestais e onde se identificam e
parametrizam as várias infraestruturas de defesa da floresta".

Aumento da resiliência do território aos incêndios florestais, redução da incidência dos incêndios, melhoria da eficácia do ataque e da gestão dos incêndios,
recuperação e reabilitação dos ecossistemas e adoção de uma estrutura orgânica funcional e eficaz são os cinco eixos estratégicos do plano.



2017-04-20

PAPA_CIRCULAÇÃO AUTOMÓVEL EM FÁTIMA CONDICIONADA

As celebrações do Centenário das Aparições obrigam a um condicionamento de trânsito nos dias 12 e 13 de maio que garanta a segurança e bem-estar de todos os visitantes que se deslocam até Fátima, bem como, a segurança de Sua Santidade, o Papa Francisco.

Numa nota de imprensa, o Município de Ourém informa que o interior da Cova de Iria fica interrompido ao trânsito a partir das 09h00 do dia 12 de maio até às 18h00 do dia 13 de maio.

Contudo será possível circular na Avenida Beato Nuno e na Av. João XXIII.
No dia 12 de maio, até às 11h00, é possível a circulação dos clientes dos hotéis que mostrem as respetivas reservas aos militares da GNR.
No dia 13 de maio, das 04h00 às 07h00, são autorizados os abastecimentos que estejam devidamente credenciados pelo Município de Ourém, nomeadamente
empresas das seguintes áreas de atividade: padaria/pastelaria, medicamentos urgentes e abastecimento de multibanco.
Das 09h00 do dia 12 de maio até às 18h00 do dia 13 de maio é permitida a circulação de moradores, com mobilidade condicionada devidamente tipificada nos
termos da Lei, devendo para o efeito credenciar-se junto do Município de Ourém.
As credenciações poderão ser solicitadas através do email smpc@mail.cm-ourem.pt até ao dia 28 de abril.

2017-04-20

OURÉM_SECRETÁRIO DE ESTADO DA SAÚDE ESTEVE EM OURÉM

O Secretário de Estado da Saúde disse ontem, dia 19 de abril, à margem da assinatura do contrato-programa e protocolo para a requalificação das extensões de saúde de Caxarias Olival, Sobral e Alburitel, que “foi por causa de Ourém que o Ministério da Saúde decidiu que qualquer utente tem a liberdade de escolher o hospital onde quer ser tratado”. Manuel Delgado foi mais longe afirmando que “Quando este Governo entrou em funções e reuni, pela primeira vez, com o senhor presidente da Câmara, percebi logo que Ourém estava a ser discriminado negativamente em termos de prestação de cuidados de saúde. Os utentes tinham de ser transportados cerca de 70 quilómetros para um outro hospital, tendo o de Leiria a pouco mais de 20 quilómetros”.

Segundo nota de imprensa do município, as obras de remodelação e requalificação dos edifícios das quatro unidades de saúde (a de Caxarias é propriedade do Ministério da Saúde e os outros três do Município de Ourém) têm um custo total na ordem dos 660 mil euros, suportado pela Administração Regional de Saúde (ARS) de Lisboa e Vale do Tejo e pela Câmara de Ourém. Os procedimentos para a concretização destes trabalhos vão arrancar perspetivando-se que as obras
possam arrancar nos próximos meses, refere a mesma nota.

Na ocasião, Paulo Fonseca, presidente da Câmara Municipal de Ourém afirmou que “todos sabem que temos sido bastante combativos nas condições de saúde do
concelho de Ourém”. Apesar de já ser possível ao utente de Ourém ser atendido em Leiria, Paulo Fonseca apelou ao Secretário de Estado para que os quadros
daquele Hospital sejam reforçados, a fim de conseguir suportar a afluência de mais um concelho, com 45 mil habitantes.

O autarca frisou que os edifícios onde estão instaladas as quatro unidades de saúde “estão muito degradados” e que as obras visam “melhorar as condições de vida”
dos ourienses. “Esta é uma parceria ativa e séria, num concelho que se debate com muitos problemas de saúde, mas temos trabalhado para os minimizar: Quando
assumi as funções de presidente, Ourém tinha 14 mil pessoas sem médico de família. Atualmente esse número reduziu para seis mil”.
Ao governante, Paulo Fonseca apelou também à manutenção em Fátima, entre maio e outubro deste ano, de uma ambulância de Suporte Imediato de Vida (SIV).

“Vamos viver um dos grandes acontecimentos do país e do mundo. Vamos ter um milhão de pessoas. Temos desenvolvido trabalho no sentido de garantir aos milhões de pessoas uma imagem de um país moderno e competitivo. Falta-nos uma resposta, que é a instalação deste equipamento que possa reforçar a capacidade já instalada”.

Terminou mencionando a pretensão municipal de se criar no norte do concelho uma unidade de cuidados continuados, apelando ao Ministério da Saúde a criação no concelho de balcões públicos de resposta às populações.

Em resposta a Paulo Fonseca, o Secretário de Estado referiu que o Ministério está a fazer o possível para dotar o Hospital de Leiria de mais recursos, mas frisou que a
estrutura ainda tem margem de manobra para responder aos utentes de Ourém.

O responsável agradeceu ainda a disponibilidade do Município em financiar as quatro obras nas extensões de saúde, porque seria difícil para o Ministério realizá-lo.

“Os cuidados de saúde primários são importantes, tendo em conta a proximidade com os utentes “.

Apesar de não ter responsabilidade sobre o INEM, referiu que vai levar a mensagem da necessidade do SIV em Fátima, mencionado que a perspetiva é viável.


2017-04-20

FÁTIMA_SAD DO FÁTIMA DIZ REPUDIAR ACONTECIMENTOS NO JOGO COM O TORREENSE


A SAD do Fátima disse hoje “repudiar” os acontecimentos na receção ao Torreense, vencido pelos forasteiros por 3-2, na nona jornada da fase de subida do Campeonato de Portugal, bem como os desacatos no final da partida.

Em comunicado hoje divulgado, a SAD do clube aponta o dedo à arbitragem do jogo, realçando as duas grandes penalidades marcadas na primeira parte para o Torreense, aos 36 e 44 minutos, bem como uma falta que os responsáveis dizem que “não existe” e que dá origem à expulsão de Bruno Simão.

No final do jogo, relata a SAD, “um adepto invadiu o campo, empurrando o árbitro da partida, não havendo de todo nenhuma agressão”, com o homem a ser identificado pela GNR.

“O Centro Desportivo de Fátima, Futebol SAD, lamenta todo o sucedido, começando pela arbitragem como o que sucedeu depois do jogo”, continua o comunicado, onde garante que a segurança será reforçada e que a SAD está a preparar uma queixa junto da Federação Portuguesa de Futebol.

Numa carta enviada à Associação Profissional dos Árbitros de Futebol (APAF), hoje divulgada, a direção do clube leiriense vem “pedir desculpa pelo sucedido”.

Segundo o documento assinado pelo presidente da direção, António M. Pereira, dois elementos da claque do Fátima intrometeram-se nos festejos dos adeptos visitantes, que subiram ao relvado para festejar com a equipa a vitória na nona jornada da zona sul de promoção à II Liga.

“Com eles entraram dois elementos da claque do Fátima (por coincidência estrangeiros e um deles membro da SAD) que discutiram com o árbitro, tendo havido mesmo um empurrão”, explicou a direção.

António M. Pereira “entrou na cabine dos árbitros para pedir desculpa” e fê-lo “em tom magoado, fazendo saber que este não é o comportamento das gentes de Fátima”, reforçando que “qualquer que tenha sido a atuação do árbitro nada justificou tais comportamentos” e que irá “tomar medidas” para evitar futuros desacatos.

O Fátima lidera a Zona Sul de Subida à II Liga, com 16 pontos, na posição de subida direta, enquanto o Praiense é segundo, com 15, em lugar de ‘play-off’, e o Torreeense é quarto com 14 pontos.


2017-04-10

OURÉM_ BOMBEIROS TÊM NOVO COMANDANTE

Na passada sexta feira, Guilherme Isidro, foi apresentado formalmente aos Bombeiros Voluntários de Ourém como novo Comandante desta corporação

Natural de Pernes, foi desde 2008 o 2.º Comandante da Força Especial de Bombeiros, da Autoridade Nacional de Bombeiros. É formador da Escola Nacional de Bombeiros, nas áreas – Incêndios Florestais, Salvamento e Desencarceramento, Condução Defensiva e Fora de Estrada, bem como na área da Saúde.
Das muitas distinções de que foi alvo, destaca-se o Louvor e Medalha de mérito da Liga dos Bombeiros Portugueses, pela participação numa missão humanitária em Moçambique e a medalha de Mérito de Proteção e Socorro, no grau Cobre e distintivo Laranja.

Na sua página de facebooK, os bombeiros de ourem dizem poder contar sempre com a sua disponibilidade e saber, para levar por diante esta missão e para dar continuidade ao bom nome que os Bombeiros de Ourém detêm por todo o País.

2017-04-10

PAPA_PROTEÇÃO CIVIL DIZ QUE 12 E 13 DE MAIO SERÁ UMA PEREGRINAÇÃO SEGURA

A Autoridade Nacional de Proteção Civil disse que a peregrinação de 12 e 13 de maio ao Santuário de Fátima, onde vai marcar presença o papa Francisco, “será segura”.

“Naturalmente, será uma peregrinação segura como todos desejamos”, afirmou Albino Tavares, segundo comandante nacional da Autoridade Nacional de Proteção Civil, em Fátima, numa conferência de imprensa conjunta sobre a peregrinação.

O tenente-coronel adiantou que a operação “Fátima 2017” abrangerá “não só as áreas de Fátima, concelho de Ourém, mas também os distritos de Coimbra, Castelo Branco, Leiria, Lisboa, Portalegre e Santarém”.

Esta semana, foi anunciado que o dispositivo especial de proteção e socorro para a visita do papa a Fátima, em maio, vai envolver 668 operacionais, podendo este número ser aumentado com mais 312, caso aconteça alguma situação de exceção.

O dispositivo de proteção e socorro da “Operação Fátima 2017” para a visita do papa Francisco ao santuário foi apresentado na Autoridade Nacional de Proteção Civil, numa cerimónia que contou com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

O comandante nacional de proteção e socorro, Rui Esteves, adiantou, então, que o dispositivo estará ativo a partir das 10:00 do dia 10 de maio e será desativado às 20:00 do dia 14, tendo neste período diferentes níveis de envolvimento de meios.

Segundo Rui Esteves, o nível dois, que funcionará entre as 08:00 do dia 12 de maio e as 07:59 do dia 14 vai envolver 668 operacionais de corpos de bombeiros, Cruz Vermelha Portuguesa, INEM, Exército, Força Aérea e também elementos do Corpo Nacional de Escutas.

Na conferência de imprensa de hoje, o segundo comandante frisou que o dispositivo “será capaz de planear e operacionalizar toda a resposta aos vários incidentes ou acidentes que possam ocorrer, desde um simples incêndio até à prevenção às cerimónias religiosas e, também, claro, o apoio aos peregrinos”.

2017-04-10

PAPA_VINTE BOLSAS DE ESTACIONAMENTO FORA DE FÁTIMA COM CAPACIDADE PARA 18 MIL LUGARES

O presidente da Câmara de Ourém afirmou que vão ser criadas cerca de 20 bolsas de estacionamento fora de Fátima, com capacidade para 18 mil viaturas ligeiras, para a peregrinação de 12 e 13 de maio.

“O objetivo das bolsas é diluir a gestão do tráfego rodoviário”, afirmou Paulo Fonseca, numa conferência conjunta sobre a visita do papa Francisco, em Fátima, no distrito de Santarém, referindo que existirá uma rede de 75 ‘transfers’ a circular em permanência para levar os visitantes dessas bolsas à Cova da Iria e depois no retorno até às suas viaturas.

Paulo Fonseca referiu que as bolsas estão por exemplo na Loureira, já concelho de Leiria, ou na zona do mercado de Ourém, mas também na pista do aeródromo da Giesteira, entre outros locais.

O autarca acrescentou que os ‘transfers’ serão gratuitos e terão dois locais de chegada e partida na cidade de Fátima, junto à rotunda de Santo António e na rotunda de Santo Agostinho, junto à rodoviária, na avenida D. José Alves Correia da Silva.

O presidente da Câmara de Ourém informou ainda que um gabinete de apoio ao peregrino vai funcionar no posto de turismo de Fátima, nas imediações da Igreja da Santíssima Trindade, e que tem como endereço eletrónico fatima2017@cm-ourem.pt e o número de telefone 249070303.

“O objetivo deste gabinete de apoio aos peregrinos é poder corresponder às mil perguntas que um visitante terá e necessitará” de resposta, esclareceu, considerando que esta é, “talvez, a operação de maior envergadura já alguma vez ocorrida em Fátima”.

Paulo Fonseca estimou em cerca de “um milhão” as pessoas que estarão “ao mesmo tempo na Cova da Iria” na peregrinação de maio, sendo que ao longo do ano a autarquia prevê que oito milhões de visitantes passarão pela cidade-santuário.

Aos residentes e às pessoas que trabalham em Fátima, o município fez “um apelo de tolerância e compreensão”, antevendo que haverá “momentos em que será vedada a circulação automóvel e apenas poderão circular as viaturas credenciadas”.

Questionado sobre os custos que o município tem na preparação desta operação, o presidente do município adiantou que “mais importante de que as contas da festa é que a festa seja uma festa”, e que seja aproveitado o Centenário das Aparições como “um momento de grande visibilidade não só para Fátima e para o concelho de Ourém, como para o país e para difundir a mensagem de Fátima”.

O autarca adiantou que o ministro Adjunto, Eduardo Cabrita, numa reunião, garantiu a aprovação da candidatura de um milhão de euros para apoiar o município nalgumas obras que está a fazer para a preparação da visita do papa Francisco.


2017-04-10

ALVAIÁZERE_FEIRA DE PRODUTOS DA TERRA EM ABRIL


Com o objetivo de dinamizar e valorizar a atividade agrícola, artesanal e comercial do território de Sicó, o Município de Alvaiázere vai realizar a XII edição da Feira de Produtos da Terra, no dia 9 de Abril de 2017, em Maçãs de Dona Maria, junto á Junta de Freguesia. A feira funcionará nos mesmos moldes que as anteriores (tenda e barraquinhas em madeira).

A participação nesta feira é gratuita e estará aberta aos produtores e artesãos do concelho de Alvaiázere e da região de Sicó.


2017-04-06