mynews

OURÉM_CÂMARA MUNICIPAL APROVA PROTOCOLO PARA DINAMIZAÇÃO DA ZONA INDUSTRIAL DE CHÃ

A Câmara Municipal de Ourém aprovou uma proposta de protocolo com a Freguesia de Urqueira para elaboração de um projeto de loteamento que permita dinamizar a Zona Industrial de Chã (Caxarias). A proposta aprovada por unanimidade em reunião de Câmara, pretende promover um loteamento numa parcela de terrenos confinantes com a Zona Industrial de Chã que crie condições para a instalação de novas empresas.

O protocolo aprovado estipula a atribuição de um apoio financeiro até ao montante de 29.520€ para financiar os encargos decorrentes da elaboração do projeto de loteamento. A parcela de terrenos com 7,2 hectares prevê a criação de 10 lotes destinados a indústria/serviços e dois lotes de cedência destinados a equipamento de utilização coletiva e espaços verdes, bem como o desenvolvimento de infraestruturas adequadas ao espaço.

A proposta de protocolo entre o Município de Ourém e a Freguesia de Urqueira será agora remetida para apreciação na próxima Assembleia Municipal de Ourém.

2018-02-20

OURÉM_MUNICÍPIO APROVA CONTRATO-PROGRAMA COM O CENTRO DESPORTIVO DE FÁTIMA

Na reunião de Câmara de 16 de fevereiro a Câmara Municipal de Ourém aprovou uma proposta de contrato-programa com o Centro Desportivo de Fátima. Este contrato-programa prevê a atribuição de um apoio financeiro para a elaboração de um projeto de execução que melhore as infraestruturas desportivas da associação.

Numa nota de imprensa o Município informa que, o protocolo aprovado por unanimidade define a atribuição de um apoio financeiro até ao montante de 15.000€, o que corresponde a 50% do valor total previsto a realizar pelo Centro Desportivo de Fátima.

Este apoio tem como objetivo a melhoria das infraestruturas desportivas sitas na Rua Padre Martins Pereira, em Fátima, e confirma o esforço realizado pelo Município de Ourém para qualificar as instalações desportivas das associações que movimentam o maior número de pessoas (particularmente jovens), proporcionando à população melhores condições para a prática desportiva, seja de forma competitiva ou lúdica, refere a mesma nota.

2018-02-20

FÁTIMA_FÁTIMA E GUARDA RECEBEM O VI WORKSHOP INTERNACIONAL DE TURISMO RELIGIOSO

“Globalização e Turismo Religioso” é o tema que irá ser abordado na edição de 2018 do Workshop Internacional de Turismo
Religioso.

Neste workshop, que é o maior evento de turismo religioso em Portugal, são esperados cerca de 700 participantes, entre os quais 150 hosted buyers, 150 suppliers e 40 expositores, todos representantes de setores da área do turismo.

A sexta edição do Workshop Internacional de Turismo Religioso irá realizar-se entre 22 e 24 de fevereiro e, à semelhança das edições anteriores, irá ser organizada pela ACISO - Associação Empresarial Ourém-Fátima com a colaboração do Município de Ourém, do Município da Guarda e do Santuário de Fátima. A iniciativa conta também com o apoio do Turismo de Portugal, do Turismo do Centro de Portugal e do Programa Operacional Regional do Centro.

No dia 22 de fevereiro realiza-se a sessão de abertura do VI Workshop Internacional de Turismo Religioso que irá contar com diversos intervenientes, dos quais se destaca a Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho.

Este ano o workshop abordará a analogia entre a globalização e o turismo religioso com uma novidade, pois irá integrar um novo segmento de turismo já que além do turismo católico em Fátima, será discutido o turismo de herança judaica na Guarda.

Segundo a organização, objetivos do evento são promover uma bolsa de contactos de negócios entre os participantes, promover internacionalmente Portugal enquanto destino privilegiado de turismo religioso e reforçar a importância do turismo religioso no contexto do setor turístico mundial.

Estarão presentes vários convidados com interesse e experiência na temática do turismo religioso e vários operadores turísticos internacionais e nacionais, empresários do setor turístico e hoteleiro, líderes de opinião e outros profissionais do trade.

O VI Workshop Internacional de Turismo Religioso será composto por quatro segmentos, nomeadamente o seminário e a bolsa de contactos, ambos em Fátima, o segmento específico de turismo de herança judaica na Guarda e os pós-tours apoiados pelas diversas agências regionais de promoção turística (“ARPT’s”) a partir da Guarda e de Fátima.

2018-02-20

LEIRIA_CÂMARA INVESTE UM MILHÃO DE EUROS NA LOJA DO CIDADÃO

A Câmara de Leiria aprovou, em reunião de executivo, a adjudicação da empreitada para a adaptação e instalação da Loja do Cidadão, no edifício "O Paço, pelo montante de um milhão de euros.

O prazo para a execução da empreitada é de 250 dias, tendo o valor da obra ficado nos 1.089.000 euros acrescidos de IVA,
informa uma nota da autarquia liderada por Raul Castro.

Com este equipamento, a autarquia pretende "potenciar o desenvolvimento do Município através dos benefícios que este
espaço pode trazer à população em termos de desburocratização e poupança de tempo útil".

Neste espaço funcionarão serviços ligados à Autoridade Tributária, Segurança Social, Instituto dos Registos e Notariado e
Serviços Municipalizados de Água e Saneamento.

O protocolo para a instalação da Loja do Cidadão no antigo Paço Episcopal, no centro da cidade, foi assinado pelo Município de Leiria com a Agência para a Modernização Administrativa, o Instituto dos Registos e Notariado, a Autoridade Tributária e Aduaneira e o Instituto da Segurança Social no dia 18 de julho de 2017.

Segundo a Câmara, este protocolo enquadra-se na estratégia nacional de alargamento da rede de lojas de cidadão com o propósito de oferecer uma maior oferta de serviços públicos, cumprindo também os "objetivos de racionalizar geográfica e financeiramente o modelo de distribuição de serviços públicos, sem perda de proximidade para o cidadão e com economias em termos de custos de instalação e exploração".

2018-02-20

OURÉM_EX VEREADORA DA CÂMARA D OURÉM ACUSADA DE TRÊS CRIMES

A ex-vereadora da Câmara de Ourém Lucília Vieira foi acusada dos crimes de prevaricação de titular de cargo político, subtração de documento e falsificação de documento, no âmbito de um concurso de recrutamento excecional de trabalhadores.

Segundo o despacho de acusação do Departamento de Investigação e Ação Penal de Coimbra, ao qual a Lusa teve hoje acesso, a antiga autarca, eleita pelo PS, tomou posse, para o primeiro de dois mandatos, em 30 de outubro de 2009, tendo-lhe sido delegado, entre outros, o pelouro dos Recursos Humanos.

Em 2010, Lucília Vieira diligenciou junto do chefe de Divisão Administrativa e de Recursos Humanos para desencadear “os procedimentos necessários para abertura de concurso para recrutamento/admissão de novos trabalhadores”.

O responsável manifestou “sérias reservas”, dadas as medidas em curso para a redução do endividamento público, e sugeriu um pedido de parecer à Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo (CCDR-LVT).

No parecer emitido em fevereiro de 2011, a CCDR-LVT concluiu que o recrutamento era “apenas admissível em situações excecionais”, quando cumulativamente existisse relevante interesse público e não fosse possível ocupar os postos de trabalho por pessoal com relação jurídica de emprego público previamente constituída.

Apesar das limitações, a vereadora ordenou a reformulação do mapa de pessoal, que foi aprovada em abril seguinte pelo município.

“Com efeito, era já intenção da arguida, e nisso se adequava essa reformulação, que, no âmbito do concurso que pretendia abrir, fosse admitida e acedesse à categoria de técnica superior a funcionária Carminda da Silva Santos, que tinha obtido a licenciatura em Educação Básica no ano anterior”, sustenta o Ministério Público (MP).

Em 19 de julho de 2011, sob proposta de Lucília Vieira, esta câmara do distrito de Santarém aprovou por unanimidade o recrutamento excecional de vários trabalhadores, incluindo dois técnicos superiores para a Divisão de Educação e Assuntos Sociais. A chefe desta divisão propôs um para a área da Psicologia e outro para o Serviço Social.

Mas, “em cumprimento do propósito por si delineado de que a funcionária Carminda da Silva Santos acedesse à carreira/categoria de técnico superior”, a vereadora deu ordem para que fosse alterada a justificação apresentada para a área do Serviço Social por uma para Educação Básica.

Segundo o MP, Lucília Vieira concluiu que importava não deixar neste dossiê referências à sua intervenção, pelo que ordenou a retirada dos procedimentos relativos aos 11 postos de trabalho abertos do “original da ‘nota justificativa’ por si assinada e todas as cópias que deles constavam”, substituindo-os “por outro documento com o mesmo conteúdo, mas sem a sua assinatura”.

Por outro lado, importava que a proposta de recrutamento excecional estivesse conforme com o texto que tinha sido aprovado na reunião camarária de 19 de julho, “o que não sucedia”, pelo que diligenciou pela alteração parcial do texto da proposta, mantendo a primeira página, que tinha o despacho do presidente da câmara e o carimbo da deliberação, em 19 de julho.

“Assim forjado este documento, a arguida ordenou que o mesmo substituísse o que inicialmente constava do procedimento”, refere o MP.

Ao concurso para técnico superior com licenciatura em Educação Básica concorreram 40 pessoas, tendo sido admitidos apenas cinco candidatos, incluindo Carminda da Silva Santos, que ganhou.

Para o MP, Lucília Vieira quis “condicionar e reduzir significativamente” o acesso ao concurso para permitir que fosse ocupado por Carminda da Silva Santos, apesar de saber que esta não o iria ocupar porque passou a desempenhar funções de nomeação política junto da presidência e, depois, da vereação socialista.

O lugar “nem sequer era uma necessidade premente do serviço como o exigia tal procedimento concursal”, sustenta o MP, convicto de ter havido “manifesto benefício para a funcionária” em prejuízo dos restantes candidatos excluídos e dos que se queriam candidatar, bem como para o município, pois nenhum funcionário ocupou o lugar nos anos seguintes.

O MP pede o julgamento da antiga vereadora por um tribunal singular, considerando que “nunca lhe será de aplicar pena de prisão superior a cinco anos”.


2018-02-15

LEIRIA_BRISAS DO LIS NIGHT RUN NA LUTA CONTRA O CANCRO

O Centro Hospitalar de Leiria vai associar-se à Brisas do Lis Night Run, no dia 21, para assinalar a luta contra o cancro.

O encontro é às 21:00, na Praça Rodrigues Lobo, em Leiria, e o percurso passará depois pelo hospital de Santo André.

Esta iniciativa é um dos eventos que decorrem ao longo do mês de fevereiro e surge da equipa do Hospital de Dia do Centro Hospitalar de Leiria em colaboração com o Serviço de Oncologia.

2018-02-15

TORRES NOVAS_CAMPANHA DE ADOÇÃO DE ANIMAIS

O Canil Intermunicipal de Torres Novas, que engloba também os municípios de Alcanena, Entroncamento e Vila Nova da Barquinha, volta a promover mais uma campanha de adoção de animais de companhia no sábado, dia 24 de fevereiro, entre as 11h e as 16h00, no Jardim das Rosas, em Torres Novas.

Como vinha sendo hábito estarão disponíveis diversos cães e gatos para uma adoção responsável.

O Canil Intermunicipal de Torres Novas segue uma política de não abate, pelo que estas campanhas são essenciais para integrar os animais e sensibilizar a comunidade para o bem-estar animal.

Segundo nota de imprensa do canal, os animais adotados terão acompanhamento de forma a que se verifique que as regras previstas na Declaração dos Direitos do Animal da UNESCO são respeitadas.

Para mais informações, os interessados deverão contactar o Canil Intermunicipal através do telefone 249 822 122 ou do e-mail canil.intermunicipal@cm-torresnovas.pt.


2018-02-15

MARINHA GRANDE_ESTRADAS FLORESTAIS VÃO REABRIR

Várias estradas florestais vão reabrir em condições de segurança para a Quinta-feira de Ascensão, feriado municipal da Marinha Grande, para que a população possa usufruir do Pinhal de Leiria e manter a tradição desse dia.

Neste dia, 10 de maio, também conhecido como o Dia da Espiga, é tradição as famílias do concelho fazerem piqueniques na mata.

O rali Vidreiro também vai ser realizado, com percursos alternativos, anunciou o município.


2018-02-15

ALVAIÁZERE_CICLO DE PALESTRAS DE INVERNO EM MAÇÃS DE DONA MARIA

No próximo 18 de Fevereiro, 15 horas, vai realizar-se no auditório da Junta de Freguesia de Maçãs de Dona Maria, concelho de Alvaiázere, a 2ª sessão, do 4º Ciclo de Palestras de Inverno.

Nesta sessão estarão três oradores para falar sobre a história e o património da região.

A Dr.ª Margarida Freire vai falar sobre a história da industria de lanifícios na região das Cinco Vilas, com especial destaque para o Avelar;
A Dr.ª Paula Cassiano propõe-se falar sobre o valioso património histórico do concelho de Alvaiázere, com especial destaque para o de Maçãs de Dona Maria;
O Dr. Mário Rodrigues vai abordar as relações e vivências de Maçãs de Dona Maria sob administração das Casas de Vila Real e do Infantado.

Serão, certamente, três interessantes palestras sobre o passado histórico e cultural da região, refere a organização em nota de imprensa.

O 4º Ciclo de Palestras conta com o apoio da Junta de Freguesia de Maçãs de Dona Maria.

2018-02-15

ALVAIÁZERE_ENTRUDOS E FOLIÕES LEVAM ALEGRIA E COR À SEDE DO CONCELHO

O Município de Alvaiázere voltou a promover, no dia 11 de fevereiro de 2018, o já tradicional desfile de carnaval.
Como forma de mobilização dos munícipes, o desafio foi lançado às Juntas de Freguesia e, como resultado desta organização conjunta, as ruas da vila sede de concelho foram invadidas por cerca de 260 entrudos e foliões, num total de 10 carros alegóricos, 19 participantes individuais e 25 grupos.
Seguiu-se depois um baile de carnaval, que teve lugar no Parque Multiusos, que permitiu dar continuidade à folia, alegria e cor, que caracterizam esta quadra festiva.
Tratou-se de uma tarde marcada pela boa disposição e pela animação que em muito dignificou Alvaiázere, os alvaiazerenses
e todos quantos visitaram a vila para assistir ao já tradicional desfile.


2018-02-12

OURÉM_CARNAVAL SÉNIOR 2018

Decorreu segunda-feira, dia 12 de fevereiro, mais uma edição do Carnaval Sénior. Este evento, organizado pelo Município de Ourém e instituições do Grupo de Envelhecimento contou, este ano, com a participação de 9 instituições entre elas: Centro Social Paroquial de Freixianda, Centro Social S. João Baptista de Espite, Irmandade da Santa Casa da Misericórdia Fátima-Ourém, Centro de Bem-Estar do Bairro, APDAF Sénior, Centro de 3.ª Idade de Gondemaria, Lar Santa Beatriz da Silva, Fundação Arca da Aliança e Fundação Dr. Agostinho Albano de Almeida. O Presidente da Câmara, Luís Miguel Albuquerque, marcou presença no evento aproveitando a ocasião para agradecer o empenho e a dedicação de todos no evento, fazendo votos de um bom desfile e que todos se divertissem. Marcaram ainda presença o Presidente da Assembleia Municipal, João Moura e os Vereadores Natálio Reis e Isabel Costa.

2018-02-12

TOMAR_MOSTRA DA LAMPREIA ATÉ 11 DE MARÇO

A 19.ª edição da Mostra da Lampreia de Tomar começa sábado em 24 restaurantes e pastelarias do concelho, decorrendo até 11 de março, aos fins de semana e feriados, afirma uma nota do município.

“Ao longo de um mês, os apreciadores encontram à mesa várias especialidades tradicionais, como a Lampreia à Bordalesa ou o Arroz de Lampreia, mas também propostas mais alternativas, como o Paté de Lampreia com algas ou a Tagine de
Lampreia com mexilhão e feijão”, acompanhadas por vinhos da região, afirma a nota, realçando que esta é uma tradição que remonta à época medieval.

A mostra inclui ainda doçaria conventual, “‘ex-libris’ da cidade templária”, como a Lampreia de Ovos, os São Bentinhos de
Lampreia, Castanhas de Ovos, Pimpinelas ou os Beijinhos de Lampreia, entre outros.

2018-02-12

FÁTIMA_9.4 MILHÕES DE PEREGRINOS NO ANO DE CENTENÁRIO

No ano das celebrações do centenário de Fátima o santuário recebeu 9,4 milhões de peregrinos, dos quais 31.561 provenientes do continente asiático, anunciou hoje o santuário durante o 40.º Encontro de Hoteleiros.

"Temos clara consciência que o ano de 2017 foi um ano absolutamente extraordinário e os números de visitantes e peregrinos neste ano foram únicos e possivelmente irrepetíveis. Aquilo que pretendemos e que está nas nossas expectativas é que Fátima continue a ser um polo de atração quer para os peregrinos portugueses quer para os peregrinos de todas as partes do mundo", disse o reitor do santuário, Carlos
Cabecinhas.

Em 2007, ano da inauguração da Basílica da Santíssima Trindade, os números ficaram próximos dos de 2017, com um número de visitantes calculado em nove milhões de pessoas.

As celebrações do centenário tiveram 7,1 milhões de participantes. Os locais mais procurados foram o recinto de oração (2,8
milhões de pessoas), a Capelinha das Aparições (3,7 milhões), a Basílica da Santíssima Trindade (858 mil) e a Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima (254 mil).

A Casa dos Pastorinhos recebeu a visita de 1,2 milhões de visitantes, enquanto a Casa Museu de Aljustrel abriu as portas a 20.579 pessoas.

Carlos Cabecinhas admite que os números das celebrações do centenário foram recordes, mas garante que não se devem
apenas à vinda do papa Francisco a Fátima, nos dias 12 e 13 de maio de 2017.

"Se fosse o papa a mobilizar toda esta gente para Fátima teríamos uma grande concentração de peregrinos em maio e não
foi isso que aconteceu. Obviamente a vinda do papa foi relevante e determinante. Nunca sublinharemos o suficiente o quanto a visita do papa Francisco a Fátima nesta ocasião foi significativa", referiu o reitor.

"A grande celebração do centenário foi um momento de atração de peregrinos e muita gente veio a Fátima por esta ocasião porque queria fazê-lo, mas sem dúvida que o momento culminante foi a visita do papa", adiantou.

O reitor do santuário disse ainda que o centenário deixa uma "marca enorme na difusão da mensagem de Fátima".

D. António Marto congratulou-se com os numeros apresentados e agradeceu a todos o exito que foi quer a visita do Papa Francisco quer toda a celebração do centenário que como referiu se prolongou por 7 anos.

Presente neste 40º encontro de hoteleiros promovido pelo santuário esteve também Luís miguel Albuquerque, presidente do
Município de Ourém, agradeceu quer ao santuário quer aos hoteleiros de fátima o empenho que tiveram para acolher os
peregrinos e fazer do ano 2017 um grande sucesso.

Aproveitou ainda a ocasião para dar a conhecer algumas iniciativas do Município para a promoção de Fátima.

2018-02-12

MAÇÃO_HOMEM MORRE CARBONIZADO DEVIDO A QUEIMADA

Um homem de 65 anos morreu hoje carbonizado em Amêndoa, no concelho de Mação, devido a uma queimada que estaria a fazer e que se descontrolou, propagando-se a mato contíguo à sua horta, disse fonte dos bombeiros.

"Fomos chamados para uma queimada descontrolada em Monte Fundeiro, na freguesia de Amêndoa, e, quando os bombeiros começaram a combater o fogo, viram que estava lá no meio um homem carbonizado, já cadáver", disse à agência Lusa o comandante dos Bombeiros Voluntários de Mação, no distrito de Santarém.

Segundo Pedro Jana, o homem "estaria a fazer uma queimada de sobrantes nos terrenos da sua horta" e o "tempo seco e o vento que se fazia sentir propagaram as chamas a uma zona de mato e silvados ali existentes", tendo o sinistrado perdido o controlo da mesma.

"Fomos chamados cerca das 14:00 e foram necessárias três viaturas para apagar o incêndio, mas os bombeiros já não conseguiram salvar o homem, que já estava cadáver", observou, acrescentando que a Polícia Judiciária esteve no local e que o sinistrado acabou por ser transportado para a morgue do hospital de Abrantes.

O comandante disse ainda que "as queimadas descontroladas têm originado várias ocorrências no concelho", tendo apelado a que se tenha o "máximo de cuidado e precaução" com estes procedimentos "ou não as fazer, de todo".

2018-02-07

OURÉM_MUNICÍPIO DE OURÉM PARTICIPA NA ROTA DAS CARMELITAS

O Executivo Camarário aprovou na reunião de Câmara de 29 de janeiro a adesão do Município de Ourém ao projeto “Rota das Carmelitas”, percurso a pé proposto aos peregrinos entre o Convento das Carmelitas, em Coimbra (local onde viveu a irmã Lúcia), e o Santuário de Fátima. Em Ourém o traçado terá a distância de 35,3 km com início na Vila de Freixianda e a comparticipação financeira da autarquia será de aproximadamente 9.900€.

A Rota das Carmelitas consiste num percurso com cerca de 150 km que atravessa seis concelhos (Coimbra, Condeixa-a-Nova, Penela, Ansião, Alvaiázere e Ourém) e é uma proposta de descoberta do território, de fruição cultural, cuja estruturação assenta na capacidade de incluir as temáticas da Irmã Lúcia/Carmelo/Milagre de Fátima, bem como os recursos naturais incontornáveis, considerando a simbologia dos ativos do território, a sugestão de momentos de contemplação e de caminhada interior. Irá ser desenvolvida uma operação de sinalização e de qualificação do percurso para melhorar as condições de segurança e orientação dos peregrinos, o que permitirá uma valorização e promoção do território com a criação de condições para novas oportunidades de negócio, nomeadamente alojamento, restauração, visitação do património, atividades de lazer, artesanato, produtos agroalimentares tradicionais e todo um conjunto de serviços locais de apoio ao peregrino.

Este projeto tem subjacente a proposta de proporcionar aos peregrinos a visita a locais de imenso valor patrimonial, arquitetónico, histórico e cultural. No Município de Ourém esses locais são engrandecidos com a particularidade da forte ligação às aparições de Fátima que se estendem em vários pontos do trajeto, mesmo antes de se chegar a Fátima. Na sede do Município o antigo Hospital de Santo Agostinho (onde foi cuidada a Beata Jacinta), o antigo edifício dos Paços do Concelho, a Casa do Administrador e o memorial no cemitério de Ourém onde repousou o corpo de Jacinta Marto, são disso exemplo. A Rota das Carmelitas está inserida num projeto «diferenciador» e «inovador», na medida em que pretende «associar a espiritualidade com espaços naturais ou patrimoniais», associado a «um conceito que distinga esta rota das demais» pelos ganhos evidentes resultantes da passagem por lugares de elevado interesse patrimonial, natural e cultural.

2018-02-05

OURÉM_MUNICÍPIO ADERE AO CENTRO INTERMUNICIPAL DE RECOLHA DE ANIMAIS ERRANTES DE PROENÇA-A-NOVA

A Câmara Municipal de Ourém aprovou no dia 29 de janeiro a adesão do Município ao Centro de Recolha Oficial Intermunicipal de Proença-a-Nova, medida que permite dar cumprimento à Lei 27/2016 de 23 de agosto que determina a proibição de eutanasiar animais por motivo de sobrelotação das instalações e o enterramento dos cadáveres, obrigando à incineração dos mesmos.

Numa nota de imprensa, o Município refere que esta solução que tecnicamente é a mais adequada e mais económica, permite uma utilização imediata e grandes economias de escala pelo número de municípios aderentes. Para o efeito o Município de Ourém terá que adquirir um veículo para capturas e para o transporte de animais vivos e cadáveres, além da construção de instalações, aproveitando parte do projeto já existente, para alojar cerca de 15 a 20 animais que aqui permanecerão até 21 dias antes de serem deslocados para o Centro de Recolha Intermunicipal.

A adesão do Município de Ourém ao Centro Intermunicipal de Recolha de Animais Errantes foi aprovada por unanimidade e impede que a Câmara se veja obrigada a construir e manter um Centro de Recolha Oficial próprio até ao final do presente ano.


2018-02-05

OURÉM_APROVADO POR UNANIMIDADE ORÇAMENTO PARA 2018 NO VALOR DE 39.9 MILHÕES DE EUROS

Numa nota de imprensa, a autarquia, liderada por Luís Miguel Albuquerque, adianta que o orçamento municipal, de cerca de 39,945 milhões de euros, e as grandes opções do plano, foram aprovadas por unanimidade em reunião de executivo.

Na nota introdutória, Luís Albuquerque salientou que neste orçamento existem aproximadamente 17,5 milhões de euros de compromissos assumidos pelo anterior executivo, que influenciam o documento apresentado, o que "impede de imprimir a velocidade pretendida a alguns projetos" que o executivo entende "como estruturantes para o desenvolvimento do concelho".

"Os nossos projetos irão sendo implementados à medida que as circunstâncias o forem permitindo e o tempo, que tantas vezes serve de pretexto para adiar o inadiável, não será motivo para nos remetermos a um qualquer momento de passividade, pois o caminho é longo e as pessoas esperaram tempo de mais pelo que lhes foi prometido e não proporcionado", referiu ainda o autarca.

Como áreas prioritárias, Luís Albuquerque destacou a aquisição de terreno junto ao Campo de Jogos do Vasco da Gama, para equipamentos escolares, o apoio ao investimento nos campos do C.D. Vilarense e do C.D. Fátima com a colocação de pisos sintéticos e o apoio à natalidade.

Outras prioridades passam pela requalificação do Cineteatro e do castelo, num investimento total superior a um milhão de euros. As obras de requalificação da Avenida D. Nuno Álvares Pereira, em Ourém, contam com uma verba de 2,1 milhões de euros.

A autarquia prevê ainda intervenções no saneamento em Fátima, Espite, Matas e Cercal (1,5 milhões de euros).

Limpeza e manutenção de caminhos florestais (250 mil euros), apoio aos corpos de bombeiros, criação do cartão Social do voluntariado, criação de um edifício de ‘start-up’ em Ourém, desenvolvimento dos projetos de criação e ampliação de zonas industriais em Caxarias e Freixianda são outros objetivos que contempla o plano.

Na sua declaração de voto, os vereadores do PS reconhecem que "o curto período do executivo PSD-CDS à frente da gestão do município foi utilizado para a concretização dos projetos deixados pelo anterior executivo, sem que tenham desenhado um projeto próprio e diferente daquele a que se opuseram para 2017".

Cília Seixo, José Reis e João Caldeira Heitor (PS) referem que, "contrariando a tradição, votam favoravelmente o orçamento e as Grandes Opções do Plano, na medida em que estes documentos vão ao encontro de uma boa parte dos projetos e da gestão socialista".

Os vereadores do PS alertam este executivo "para a necessidade de manter o foco na sua operacionalização, a bem do desenvolvimento do concelho de Ourém e do bem-estar de todos os ourienses".

Os documentos previsionais serão agora remetidos para análise e votação na próxima Assembleia Municipal de Ourém.

2018-02-05

ALVAIÁZERE_CICLO DE PALESTRAS DE INVERNO EM MAÇÃS DE DONA MARIA

No próximo Domingo pelas 15 horas vai realizar-se a 1ª sessão do 4º Ciclo de Palestras de Inverno, no auditório da Junta de freguesia de Maçãs de Dona Maria, concelho de Alvaiázere.

Nesta sessão estarão três ilustres oradores para falar sobre o passado histórico e cultural da região: O Dr Álvaro Pinto Simões vai falar sobre a História e as histórias passadas durante 20 anos da sua permanência na autarquia alvaiazerense; O Dr. Henrique Lopes irá abordar o quotidiano e a violência no século XX no concelho de Alvaiázere e o O Eng. Miguel Portela leva à conversa, um tema da romaria e festa do Senhor dos Aflitos em Maçãs de Dona Maria e a feira do último domingo de Agosto.

Serão três palestras sobre o passado da região da antiga Comarca das Cinco Vilas com destaque para Maçãs de Dona Maria.

O 4º Ciclo de Palestras conta com o apoio da Junta de Freguesia de Maçãs de Dona Maria.


2018-01-26

FÁTIMA_CHÁ COM ARTE

O CONSOLATA MUSEU | Arte Sacra e Etnologia e a sua Liga de Amigos, realizarão em Fátima, no próximo dia 27 de janeiro, sábado, às 16h00, mais uma edição do “Chá com Arte”.

Após a degustação de chá e biscoitos, terá início a tertúlia com o convidado especial António Neves Martins que além do seu percurso de vida enquanto professor e poeta, falará do seu mais recente livro «Figuras e Charlas D' Aire» que aborda as gentes e costumes da freguesia de Fátima.

Esta iniciativa insere-se no âmbito do “Ano Europeu do Património Cultural” sob o lema ‘Património: onde o passado encontra o futuro’, proclamado pelo Parlamento Europeu para 2018. O objetivo do ano europeu é incentivar à descoberta do património cultural e reforçar o sentimento de pertença a um espaço comum.

Existirão no decorrer da conversa alguns apontamentos musicais a cargo dos “Cavaquinhos da Moita” (Moita Redonda – Fátima).



2018-01-26

TOMAR_VERDES CONFIRMAM POLUIÇÃO DO RIO NABÃO EM TOMAR E EXIGEM MEDIDAS

Uma delegação do Partido Ecologista “Os Verdes” percorreu esta semana o rio Nabão e a ribeira de Seiça, em Tomar, “confirmando” o estado de poluição destas linhas de água que tem vindo a denunciar, disse o deputado José Luís Ferreira.

“Parte do rio apresenta sólidos suspensos, uma espuma que, se é assim concentrada no inverno, pior será no verão”, disse o deputado ecologista à Lusa, no final de um percurso pelo rio Nabão e pelas proximidades da Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) situada junto à ribeira de Seiça,na freguesia da Sabacheira.

Para José Luís Ferreira, pelo que os elementos de “Os Verdes” puderam observar, “basta juntar dois mais dois para perceber de onde vem a poluição”, já que é clara a diferença na ribeira de Seiça antes e depois da ETAR, pois passa de água limpa para água com vestígios de gordura e com espuma.

Lembrando as várias iniciativas desenvolvidas pelo partido no parlamento ao longo de 2017, o deputado afirmou que vai ser feita nova pergunta ao Governo no sentido de saber se foi apurado qual o foco de poluição e qual o ponto de situação dos autos levantados na sequência das denúncias feitas pelas populações.

Anabela França, dirigente nacional de “Os Verdes” e eleita pela CDU na assembleia de freguesia da cidade de Tomar, disse à Lusa que os problemas no Nabão se intensificaram há mais de um ano, sendo a poluição “cada vez mais visível”, sobretudo pela camada de espuma que surge ao longo do rio.

A autarca sublinhou que a ETAR, pertencente ao município vizinho de Ourém, foi construída na freguesia tomarense da Sabacheira ao abrigo de um protocolo entre os dois municípios e que, além dos problemas de poluição que lhe são atribuídos, acabou por nem sequer servir a população da freguesia, tratando apenas efluentes provenientes de Ourém.

A poluição no Nabão suscitou ao longo de 2017 perguntas ao Governo apresentadas por vários partidos, assegurando José Luís Ferreira que o partido ecologista “não vai largar” esta questão.

2018-01-26